Uma das melhores ferramentas que um desenvolvedor de sistemas possui, além das milhares que usamos no dia a dia é sem dúvida o Git.
Mas não é todo desenvolvedor que entende a real necessidade de se conhecer o comandos mais simples e qual a necessidade de utiliza-los no terminal ao invés de usar os GUI’s (Github, SourceTree, Tower, etc) que ajudam e atrapalham na mesma proporção.
A seguir irei traduzir trechos de um ótimo post do blog jenius que me motivou a entender melhor porque o uso do git via linha de comando evita dores de cabeça, e também irei colocar alguns motivos pessoais que acredito ser melhor eventualmente os GUI’s.

Portabilidade

Todos sistema, por mais simples que seja tem por padrão um terminal, e sair instalando a GUI para cada sistema é algo não muito simples de se fazer, principalmente quando o sistema está remoto e não possui uma interface.
Não apenas para o git, mas para quase todas as tarefas. Usar um editor de texto ou verificar qual o seu ip via linha de comando pode te economizar e agilizar muito sua vida, ao invés de esperar a UI renderizar, que por sinal antes mesmo disso acontecer já poderia ter alcançado seu resultado através do terminal.
Outro ponto, é que muitas vezes o seu aplicativo favorito do Git funcione apenas naquela plataforma e eventualmente a necessidade de usa-la em outra faça voce ter que se adaptar a uma novo programa para aquela nova plataforma.

Você deve saber linha de comando de qualquer jeito

Como disse anteriormente, muitas coisas podem ser facilmente resolvidas via linha de comando.
Como gosto de exemplos, vamos a mais um. Digamos que você necessite testar se um serviço, no qual deve te entregar um json com parâmetros via POST.
O que muita gente faria é fazer isso via alguma ferramenta visual. Antes mesmo da aplicação ser carregada você já poderia ter feito isso via terminal com o cURL
(ex: curl -X POST webService/lista -d “parm1=arg1&parm2=arg2&parm3=arg3”)
No caso do git, você sempre ira usar de 3 a 5 comandos e desses 3 irá usar quase 100% dos casos.

O Git foi feito para ser usado via linha de comando

O ambiente nativo no qual o git foi feito é o terminal.Então por que tirar o peixe d’agua e sim deixa-lo no seu melhor ambiente.
O que qualquer GUI faz é usa a linha de comando por trás dos panos.
Uma tarefa que você que esta lendo isso, pode fazer com mais elegância e sem nenhuma dependência visual.

O uso de interface faz o Git parecer mais difícil e complicado

O Git é simples, tão simples como salvar um documento. Não necessita de uma aplicação gigantesca. E acredite, uma hora eles vão criar commits ou brancos de forma estranha, vão estragar seu código ou simplesmente não fazer a tarefa mais simples e não vão te mostrar porque aquilo acontece, pois a lógica esta por baixo desse GUI.
Se isso já aconteceu com você ou se um dia vir a acontecer, você se sentira enroscado e sem saber o que fazer.
No caso da linha de comando, talvez você tera que usar comandos que fogem dos 3 ou 5 comandos que você conhecia, mas são comando úteis e poderosos que numa aplicação Git não seria possível.

Não é necessário jogar a interface fora

Sim, depois de julgar a interface como algo abominável (não é para tanto), ela tem um ponto que julgo ser melhor, mas não essencial dependendo do caso. É o caso das diferenças do que você e do que estava anteriormente.
No terminal isso é visualmente mostrado com o comando git diff, que dependendo da quantidade de mudanças feito fica difícil de se ver no terminal.
No GUI temos isso separados por arquivos e visualmente mais atrativos de se ver.

 

Qualquer ponto que seja necessário acrescentar podem enviar um comentário e expor sua opinião.
Forte abraço

Pin It on Pinterest